Dicas - Condensadores de FLUXO PARALELO -

  • Condensador tubo aletas
  • fig.1 - Condensador tubo aletas
  • fig.2 - Condensador tipo SERPENTINA
  • fig.3 - condensador de fluxo paralelo palio1.8
  • fig.4 evolução dos dutos dos condensadores de fluxo paralelo
  • fig.5 -Os condensadores do tipo fluxo paralelo, brasado micro canais, é mais difícil de ser “lavado”, pois contém várias gcondensador micro canais cortado
  • fig.6 - Condensadores cortados multiflow
  • fig.7 - condensador com filtro secador cartucho palio 1.8
  • fig.8 - condensador cortado de gol G5.
  • fig.9 - condensador fluxo paralelo arrebentado
  • fig.10 - condensador arrebentado e soldado FUSCA 2012 (7)
  • fig.11 - condensador com dutos isolados na parte de liquido.

O que significa condensar? É a mudança de estado físico do fluido, que passa de vapor para líquido.

Os condensadores no sistema de ar condicionado têm função de receber fluido refrigerante quente no estado de vapor. Este fluido passa pelo interior de seus dutos e o ar externo passa pelas suas aletas dissipadoras de calor. Pelo processo de convecção o ar retira o calor do fluido refrigerante e este muda seu estado para vapor morno.

Os condensadores geralmente ficam na parte frontal do veículo, mas em determinadas condições podem ser instalados em outras posições que possibilitem trocar calor com ar externo.

Existem basicamente 3 modelos de condensadores:

TUBO ALETAS: Os dutos são formados por tubos arredondados e aletas mais espaçadas, o fluxo do fluido é em série. São trocadores de calor mais resistentes, com rendimento mais baixo e é possível fazer sua limpeza interna (flush).

SERPENTINA: Os dutos já são feitos do perfil Micro canais, o fluxo do fluido refrigerante em série, possuem um rendimento melhor que os de TUBO ALETAS. Dependendo do estado de contaminação, até pode-se fazer a limpeza interna dos dutos (flush).

MULTI FLUXO: Os dutos são micro canais, a resistência é menor devido as paredes mais finas, mas o rendimento é muito elevado, o fluxo do fluido é em paralelo, não é recomendado fazer a limpeza interna (flush)

Atualmente o perfil dos dutos dos condensadores tipo Multi fluxo ou fluxo paralelo, chamados de micro canais, têm sido otimizados para aumentar a eficiência do processo, mas a parede de alumínio está cada vez mais fina e mais frágil.

Em sistemas que utilizam condensadores Multi fluxo ou fluxo paralelo (multiflow) com perfil de dutos “micro canais”, quando o compressor estiver danificado e o óleo estiver contaminado com limalhas, não é recomendado fazer a limpeza interna do condensador, o ideal é trocá-lo por um novo.

Observando o corte de um condensador poderemos ver que a entrada dos dutos ficam afastadas das paredes internas do condensador, o que dificulta muito a limpeza interna (flush) desta peça.

O fato dos dutos estarem dispostos em uma ligação em paralelo agrava ainda mais o processo de tentativa de limpeza interna, pois se um ou mais dutos estiverem obstruídos pela limalha, o fluxo de fluido de limpeza, passará pelos dutos mais próximos desobstruídos.

Esta situação fica ainda pior em modelos de condensador de maior desempenho, pois os dutos ficam muito mais finos. A figura mostra o corte de condensadores de modelos multi fluxo diferentes.

Atualmente os dutos (microcanais) estão com passagem muito mais estreita, melhorando o rendimento, mas impossibilitando a sua limpeza interna. Isso tem que estar claro para os reparadores e para o cliente.

Há a alguns anos era possível fazer um “flush” em um condensador de um Santana, Gol, Palio, etc. aproveitando a mesma peça, mas hoje isso está mudando.

Na grande maioria dos modelos de carros hoje, esta operação não é mais recomendada, o que acarreta na troca do condensador por um novo, que já vem com filtro secador cartucho embutido. Porém isso aumenta muito o orçamento de troca de um compressor.

Outro ponto desfavorável para o cliente é que em caso de pequenos vazamentos no condensador causados por pequenas perfurações ou trincas, eventualmente era possível repará-los com solda brasagem. Mas se observarmos a construção interna dos condensadores de fluxo paralelo, seguindo o fluxo do fluido refrigerante e a mudança de seu estado de vapor para liquido, vamos observar também que se um ou mais dutos forem isolados, dependendo da posição, pode afetar muito o desempenho do condensador.

Nas partes mais baixas do condensador, onde geralmente sai o fluido no estado líquido sob pressão, a quantidade de dutos é menor, se um dos dutos for eliminado, significará uma grande perda de rendimento no sistema, pressões mais elevadas e até comprometimento da durabilidade do compressor. O recomendável é trocar o condensador.

Se o condensador apresentar vazamento em vários micro pontos, isso caracteriza uma corrosão interna ou externa. A recuperação desta peça não é recomendável, pois a corrosão pode causar mais vazamentos em seguida, além do que os inúmeros pontos de solda podem fechar vários dutos, o que afeta o desempenho do condensador.

Espero que este material tenha sido de grande valia para qualificar seu arcevo técnico, auxiliando-o no processo de reparação nos sistemas de ar condicionado dos veículos que frequentam as nossas oficinas.

Tenham todos uma ótima leitura e até o mês que vêm com novos conteúdos relevantes para nosso dia a dia.

 

http://oficinabrasil.com.br/reportagens-tecnicas/3429-condensadores-de-fluxo-paralelo-multi-fluxo-reparo-e-flush

 

 

Rua 2500, n° 1236 (esq. c/ Marginal Leste) Bairro: Centro | CEP: 88330-396
Balneário Camboriú - Santa Catarina – Brasil
Fone: 47 3264-9677 - ishiar@gmail.com
Desenvolvido por Aqui Cursos - Soluções para Web