Dicas - OXI SANITIZAÇÃO OZÔNIO

  • oxisanitização em banheiro de aeroporto

 INTEROZONE, O FABRICANTE:

A Tecnologia

A tecnologia AIRCARE, desenvolvida pelo grupo INTEROZONE, se baseia na ativação controlada de uma proporção de oxigênio que se encontra presente no meio ambiente (ar).

O ar ambiental, é captado com uma turbina própria do equipamento, ingressado ao reator HFCP, onde mediante condições elétricas controladas (Voltagem e freqüência) é gerado OXIGÊNIO IONIZADO (O-).

Os íons de oxigênio são elementos de alta capacidade energética que reagem com moléculas orgânicas (ex. poluentes), e microorganismos presentes no ar destruindo-os, como também com moléculas de oxigênio gerando ozônio diluído, sanitizando o ambiente.

A ação de recirculação do ar através do reator em contato com os íons de oxigênio estabilizados no ambiente, permitem melhorar notavelmente as condições ambientais das regiões tratadas utilizando TECNOLOGIA LIMPA (SEM RESIDUOS).

Ação sobre fungos e microorganismos (sanitização)
Os íons de oxigênio produzidos no interior do reator e uma porcentagem estabilizando o ambiente, tem propriedades altamente reagentes com os constituintes celulares de organismos inferiores (fungos e bactérias), oxidando proteínas e glicolípideos de paredes e membranas celulares. Isto produz quebra celular (ruptura) e inibição da atividade básica respiratória e reproduzem os microorganismos.

Controle de Odores
As moléculas orgânicas são muitas vezes portadoras de odores que inclusive incomoda o olfato humano.

A mistura dos íons de oxigênio e ozônio diluído são capazes de degradar e oxidar compostos orgânicos ambientais para elementos inócuos , sem odores e utilizando tecnologia limpa.

Base Tecnológica
Processo de Ionização do Oxigênio

 

 

Oxi-Sanitização em 300 concessionárias da rede Volkswagen

Saiba como o processo de Oxi-Sanitização funciona

A Oxi-sanitização é um revolucionário processo de eliminação de fungos, bactérias, vírus e odores do interior dos veículos e da caixa evaporadora do ar condicionado. O processo é ecologicamente correto, pois utiliza a energia do próprio veículo. A técnica elimina os contaminantes, não causa irritações e não deixa resíduos tóxicos. A liberação do veículo ocorre logo após aplicação do processo.

O equipamento é colocado no interior do veículo em funcionamento por 30 minutos e seu reator transforma o ar ambiente do habitáculo em moléculas de ozônio. As moléculas de ozônio atacam e eliminam os fungos, bactérias, vírus e o odor, deixando o carro em seu estado original e com um ambiente livre de contaminantes.

A Volkswagen foi mais uma vez pioneira em homologar o processo inovador de aplicação da máquina de Oxi-Sanitização. No início do ano 2009, a Interozone fechou uma parceria com a STP para atendimento de toda rede concessionária da Volkswagen no Brasil. Hoje, após um ano do lançamento, 300 concessionárias possuem o equipamento de tratamento do ar condicionado e sanitização do interior dos veículos. A Interozone e a STP tem por objetivo comum fechar todas as Concessionárias Volkswagen no ano de 2010, totalizando 100% da rede.

Ações em conjunto estão sendo preparadas para essa nova investida, e com certeza deverão se concretizar rapidamente. As vantagens para a rede são muito proveitosas, não haverá mais estoques de produtos químicos, menos resíduos de embalagens vazias e o mais importante, um serviço de qualidade que gera satisfação e reconhecimento do consumidor final.

 

Oxi sanitização

Você merece respirar ar limpo dentro do seu carro.

Por ser um ambiente fechado, o interior do seu veículo é um local propício para o surgimento de ácaros, bactérias e fungos, muitos deles prejudiciais à saúde. O uso de ar-condicionado também pode intensificar este problema. Além disso, a presença de umidade, restos de resíduos orgânicos, como alimentos, e a poluição externa que diariamente levamos para dentro do carro contribuem para uma proliferação mais rápida destes microorganismos.

Veja as vantagens da aplicação oxi-sanitização

  • Reduz drasticamente microorganismos e odores indesejáveis provenientes do sistema de ar-condicionado.
  • Reduz drasticamente cheiro de cigarro e de alimentos do interior do veículo.
  • Limpa o ar ambiente, mantendo-o agradável.
  • Serviço 100% ecológico.
  • Não é perfume nem odorizante.
  • Não possui contraindicação para pessoas alérgicas e com problemas respiratórios.

 

Para evitar doenças, mantenha o ar condicionado higienizado

Redação - Folha de Londrina

Novidade no mercado nacional, oxi sanitização promete limpeza sem adição de produtos químicos em apenas 30 minutos

 
Troca do filtro da entrada de ar mantém o sistema limpo e sem fungos e bactérias

Em dias quentes, daqueles em que o termômetro está marcando 30, 35 graus, não há quem não goste de entrar no carro, fechar os vidros, e ligar o ar condicionado. Pronto, o calor ficou do lado de fora e lá dentro a temperatura gira em torno dos 17, 18 graus. É muito agradável, sem dúvida.

Mas cuidado. Para manter esse prazer sem correr riscos de contrair doenças respiratórias ou alérgicas, é preciso manter o sistema do ar condicionado bem conservado e higienizado. Uma das novidades no mercado nacional é a oxi-sanitização, uma tecnologia limpa, que higieniza o veículo em apenas 30 minutos, sem a adição de produtos químicos. 'O aparelho, uma novidade no mercado londrinense (até então, apenas as concessionárias ofereciam o serviço), funciona à base de ozônio', explica Erikson Kimura dos Santos, da Auto Air.

 
Aparelho de oxi-sanitização é instalado dentro do veículo, que fica fechado durante o processo

Portanto, o sistema é ecologicamente correto e elimina todos os microorganismos existentes no veículos, como fungos, bactérias, vírus, ácaros e odores desagradáveis. A tecnologia da Interozone foi aprovada pelos principais órgãos nacionais e internacionais, como Ministério da Agricultra, Anvisa e Environmental Protection Agency (EPA, dos Estados Unidos).

A oxi-sanitização foi desenvolvida para resolver os problemas e inovar o conceito de sa© úde e satisfação. É usado somente o oxigênio do ar, quebrando a sua estrutura molecular em oxigênio ionizado (O-), formando uma parte em ozônio (O3) sem deixar resíduo químico no ar condicionado, proporcionando assim mais segurança e maior durabilidade do ar condicionado.

Aplicar a oxi sanitização traz vantagens para os ocupantes e para o dono do veículo. Confira: é recomendada para pessoas alérgicas e com problemas respiratórios crônicos; elimina o cheiro de cigarro e de alimentos; elimina microorganismos e reduz contágios e odores desagradáveis; e alivia o ar ambiente.

Junto com a oxi sanitização, é recomendável a troca do filtro da entrada de ar, com a finalidade de reter as partículas de pó ambiental. A troca frequente também prolonga a vida útil do sistema de ar condicionado.

 

 

 

Técnicas
Escrito por Pedro Luiz Scopino   
VEJA ESTA MATÉRIA NA PÁGINA DO JORNAL OFICINA BRASIL

Escrito por Pedro Luiz Scopino  

Devido ao alto poder oxidante e na sua degradação não gerar produtos nocivos à saúde humana e ao meio ambiente, o ozônio vem sendo uma alternativa de interesse para os processos de tratamento de ar, pois atua como um desodorizante, fungicida, bactericida e inseticida.

Em análises microbiológicas foram verificados que os números de bolores e leveduras estiveram abaixo das exigências da Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) e com índice bacteriano entre o interior e o exterior do veículo menor que 1,5 recomendado pela Anvisa. Os níveis de ozônio calculado após os 30 minutos foram de 10 ppm.

Qualidade de ar
O objetivo de realizar um tratamento do ar, segundo a Anvisa, é prevenir riscos à saúde dos ocupantes de ambientes climatizados, em face da ampla e crescente utilização de sistemas de climatização e a permanência prolongada nos mesmos.

Dados da Agência mostram que um terço do total de casos relatados no Boletim Nacional de Saúde tem causa diretamente atribuída à poluição de ar em interiores dos quais: 45% dos processos são alérgicos na população mundial, 20% de infecções hospitalares ligadas ao meio ambiente, 80% ao manuseio do paciente (condições higiênicas) e 16% na prevalência hospitalar.


Imagem 1, sistema de ventilação com proliferação de fungos, ácaros e bactérias;
Imagem 2., com o tratamento à base de ozônio, eliminando as impurezas orgânicas


Segundo o engenheiro da Alphaparts Comercial Técnica, Nilton Junior, as fontes poluentes podem ser de tipo biológico, químico e físico do ar em interiores. Existem recomendações e regulamentos da Anvisa para controle da qualidade do ar, que é  a resolução  RE No 9, de 16 de janeiro de 2003. Nesta RE, encontram-se padrões de referências adotadas em ambientes climatizados de uso publico e coletivos, já existentes e aqueles a serem instalados, tais como:

Contaminação química
Valor Máximo Recomendável - VMR £ 1000 ppm de CO2
Valor Máximo Recomendável - VMR £ 80 mg/m3 (outros contaminantes)

Contaminação microbiológica
Valor Máximo Recomendável - VMR de 750 UFC/m3 para a relação (Interno/Externo) I/E £ 1,5

Não existe dentro desta norma recomendações especificas para veículos automotivos, mas são conhecidos que os sistemas de ar condicionado são focos de contaminação biológica e também os tecidos são armazenadores de poluentes físicos e biológicos. Entretanto, há recomendações para avaliação biológica, química e física do ar ambiente. Estas recomendações podem ser adotadas para avaliação do ar ambiente em veículos automotivos. No caso dos veículos, os maiores contaminantes são de ordem biológico seguidos pelos químicos e, finalmente, os físicos.
Para promover uma limpeza em interiores dos veículos automotivos, são utilizados processos convencionais tais como, esfregar com panos úmidos, aspiradores de pó e posteriormente são utilizados produtos químicos e aromatizantes para eliminação de bactérias e fungos.  É altamente recomendada a substituição dos filtros anti-pólen, devido a este ser um foco de culturas de fungos e bactérias. Muitos produtos químicos vêm sendo proibidos devido à toxidade e ao efeito residual, em alguns casos causando cloraminas devido a reação do cloro com a carga orgânica.


Acima, o sistema de ventilação tratado, isento de organismos nocivos

Ozônio
O ozônio à temperatura ambiente é um gás instável com vida média de aproximadamente 45 minutos. A formação de ozônio se dá ao se separar os átomos da molécula de oxigênio, formado átomos de oxigênio e estes se juntam com moléculas de oxigênio formando o ozônio (O3).
Comercialmente o ozônio é produzido utilizando o principio de descarga elétrica tipo corona, onde parte das moléculas de oxigênio dá origem ao oxigênio atômico, e estes se juntam com as moléculas de oxigênio, dando lugar à formação das moléculas de ozônio.

Aplicações de ozônio
Considerando as propriedades do gás ozônio e poder de ação, ele vem sendo utilizado em vários segmentos bem como:

Tratamento de água (Tratamento de água de piscina, bebedouros entre outros)
Tratamento de ar ambiente
Indústria de alimentos e bebidas
Aplicações na medicina humana
Aplicações na agricultura hidropônica
Tratamento dentário
Medicina animal – Veterinária

Critérios

Vale lembrar que o ozônio pode ser considerado um remédio, e como todo remédio necessita de procedimentos de aplicação e dosagens certas (calibradas), para o mercado automotivo aplicamos três critérios de aplicação do ozônio como segue:

Volume da área
Produção do gás ozônio (Certificado de calibração do equipamento)

Tempo

Procedimento de degradação do residual do ozônio (Certificado de calibração)
Equipamento
Para que você tenha certeza que o equipamento que você esta adquirindo esta dentro dos padrões dedicados para o mercado automotivo, é de fundamental importância que seu fornecedor tenha os procedimentos a seguir:

• Certificado de calibração (Produção de ozônio)
• Certificado de residual de aplicação após procedimento
• Estudos e pesquisas realizados com institutos e centros de laboratórios qualificados

Como se forma
O ozônio se forma quando as moléculas de oxigênio (O2) se rompem devido a descarga elétrica e os átomos  separados combinam-se individualmente com outras moléculas  de oxigênio formando o gás ozônio, todo este processo e executado através do equipamento Power Clean Tech – O3 totalmente projetado e calibrado para o mercado automotivo.

Propriedades
Compatível ao meio ambiente – Fácil degradação volta a ser oxigênio
• Ação desodorizante
• Ação fungicida
• Ação bactericida
• Ação acaricida

Quadro comparativo em relação ao cloro
O ozônio chega ser quase duas vezes mais rápido que o cloro em relação a sua eficiência e aplicação, veja quadro abaixo:

IMPORTANTE: O ozônio não deixa resíduos tóxicos.

Porque fazer a oxi sanitização
- Revolucionário sistema de desinfecção de ambientes
- Tecnologia limpa – Compatível ao meio ambiente
- Não deixa resíduos tóxicos
- Elimina odores desagradáveis
- Tem ação bactericida
- Tem ação fungicida
- Tem ação acaricida
- Eficiência comprovada (Laudos microbiológicos)

Veja a matéria como no jornal! acesse o Oficina Brasil Digital

 

Rua 2500, n° 1236 (esq. c/ Marginal Leste) Bairro: Centro | CEP: 88330-396
Balneário Camboriú - Santa Catarina – Brasil
Fone: 47 3264-9677 - ishiar@gmail.com
Desenvolvido por Aqui Cursos - Soluções para Web